Whatsapp 12 9.9155-3480

NBR 15715

Norma :: ABNT NBR 15715

Sistemas de dutos corrugados de polietileno (PE) para infra-estrutura de cabos de energia e telecomunicações.

A partir do dia 06/07/2009 passou a vigorar a norma mais atual para os tubos corrugados de polietileno. Ela especifica requisitos e métodos de ensaio para fabricação e certificação de dutos corrugados de polietileno (PE), empregados em instalações de infraestrutura elétrica (baixa, média ou alta tensão) e/ou de telecomunicações, podendo estar embutidos, enterrados ou aparentes não sujeitos a intempéries.

A partir de então, tanto tubos anelares quanto espiralados
passam ser submetidos à nova normativa: NBR 15715.

Esta norma foi concebida para corrigir e complementar as normas já existentes que apenas contemplavam tubos de perfil espiralado (NBR 13897 e NBR 13898) e teve a consulta técnica e participação desde seus primeiros esboços ao corpo técnico da Techduto. Com isso, o sistema normativo brasileiro se adequou melhor ao que já vigorava na Europa e nos Estados Unidos, passando a contemplar tanto os tubos anelares quanto os tubos espiralados.

As normas ABNT têm por objetivo os seguintes pontos: segurança, simplificação, comunicação, economia e, principalmente, proteção ao consumidor, além da eliminação das barreiras comerciais e não-comerciais. Para tanto, ela define procedimentos, proporciona meios eficazes de troca de informação entre fabricante e cliente, gera economia para as partes, protege a vida humana, mantém um padrão de qualidade superior e facilita o intercâmbio comercial. Isto tudo através da definição de requisitos essenciais de qualidade dos produtos construídas e revisados com o apoio das principais referências técnicas do país, como é o caso do Diretor Técnico da Techduto, Eng. Saulo Frossard.

Segurança, Simplificação, Comunicação, Economia e Proteção ao Consumidor.

Com a normatização, tanto os consumidores quanto os fornecedores passam a ter um padrão técnico adequado para se orientar. Com os materiais certificados, os consumidores da mesma forma passam a poder contar com produtos feitos com matéria-prima adequada, resistentes a todos os testes mecânicos e químicos definidos na norma. Os fornecedores, por sua vez, podem oferecer a seus clientes produtos que desde a fábrica possuem qualidade certificada e que vão satisfazer as necessidades dos seus clientes. Deste modo, todos passam a ser beneficiados e ganham em muito com a normatização.